Silicone e Amamentação – Devo preocupar-me? - Mamoplastia de Aumento

Silicone e Amamentação – Devo preocupar-me?

Silicone e Amamentação – Devo preocupar-me?

A maioria das mulheres que pondera realizar uma mamoplastia de aumento possui sempre algumas dúvidas, estando algumas destas dúvidas relacionadas com a amamentação. Uma das questões mais frequentes é se poderão vir a amamentar os seus filhos com a presença de um implante no corpo.

O que muitas das vezes gera efetivamente esta dúvida, é o fato das mulheres não estarem devidamente informadas sobre o local em que a prótese fica localizada. O implante poderá ser colocado por trás do músculo peitoral (prótese submuscular) ou por trás da glândula mamária (subglandular). A escolha é feita mediante a estrutura de cada mulher em particular com o objetivo de obter um peito bonito, natural e firme.

Qualquer que seja a opção escolhida, nenhuma delas prejudica a amamentação, dado que a prótese fica sempre abaixo do tecido mamário tecido esse responsável pela produção de leite.

Para que não exista nenhuma interferência com a amamentação, é essencial ter em atenção que o tamanho do implante deverá ser de acordo com as características do corpo da mulher, uma vez que caso seja de um tamanho demasiado grande, podem surgir problemas, como a atrofia do tecido mamário e ser então prejudicial para a amamentação.

Para que a cirurgiã possa definir qual o tamanho de prótese ideal, tem que ter em consideração não só o formato dos seios e posição dos mamilos mas também, toda a anatomia da paciente, em cada caso particular. Esta é uma decisão que tem de ser feita sempre em conjunto com a cirurgiã, de modo a que seja escolhido um tamanho bonito e adequado e que não prejudique a saúde da paciente.

Atualmente quer as cirurgias quer as próteses são cada vez mais seguras, o que permite assegurar bons resultados não só a nível de estética mas também ao nível da saúde da mulher, como é o caso da amamentação, uma vez que as técnicas utilizadas evitam a interferência com a glândula mamária. No entanto, podem ocorrer casos em que as mães não produzam leite por questões naturais mas que em nada estão relacionadas com a presença das próteses.

Mulheres que pretendem colocar próteses mamárias mas que sentem medo, dado que ainda pretendem vir a ser mães e amamentar, não necessitam de se preocupar, podem ficar tranquilas uma vez que tal não interfere com a amamentação.

O diálogo com a sua cirurgiã vai permitir que verifique qual a técnica que mais se adequa ao seu caso em particular.

Deverá em todo o caso consciencializar-se que apesar da cirurgiã fazer o seu melhor a nível do procedimento cirúrgico, o período pós-operatório é crucial para o sucesso da cirurgia e obtenção dos resultados pretendidos. Assim, é necessário todo o seu envolvimento e compromisso em seguir todas as recomendações para que o processo de recuperação decorra naturalmente sem quaisquer complicações.

Se pondera realizar uma mamoplastia de aumento, informamos que o nosso consultório de cirurgia plástica, está equipado com as mais modernas tecnologias nesta área e dispomos de uma experiente e simpática equipa disponível para a ajudar a conseguir o resultado que sempre desejou.

Ligar agora
Marcações