Mamoplastia de Aumento - Como evitar possíveis complicações - Mamoplastia de Aumento

Mamoplastia de Aumento – Como evitar possíveis complicações

mamoplastia de aumento

A mamoplastia de aumento é uma intervenção de baixa complexidade e com uma recuperação geralmente tranquila e pouco dolorosa sempre e quando sejam respeitadas as indicações médicas.

No entanto, tanto a mamoplastia de aumento como qualquer outra cirurgia não está isenta de possíveis complicações. É importante que a paciente tenha consciência que o seu envolvimento pessoal no período pós-operatório é essencial para alcançar os resultados desejados. O sucesso de um aumento mamário depende não só do procedimento cirúrgico mas igualmente dos cuidados após a intervenção. 

Antes de se submeter a uma mamoplastia de aumento, a paciente deverá discutir com o médico-cirurgião os possíveis riscos e complicações da cirurgia. Desta forma, a paciente ficará mais tranquila e informada sobre os cuidados a ter de forma a evitar futuras complicações.

A complicação mais frequente associada ao aumento mamário, é a contratura capsular ou a rejeição do implante. Esta complicação pode ser evitada se forem utilizados implantes de excelente qualidade e se forem seguidas as recomendações médicas tais como realizar massagens, seguir uma alimentação adequada, cumprir com o descanso/repouso e não fumar.

Outra complicação possível de ocorrer após uma mamoplastia de aumento é o hematoma que ocorre por norma nas primeiras 48h após a cirurgia. Mediante a gravidade do hematoma, poderá haver ou não a necessidade de fazer uma drenagem do mesmo dado que também poderá ser reabsorvido pelo organismo. De forma a evitar os hematomas após um aumento mamário, é fundamental que a paciente utilize o material de compressão nomeadamente o soutien pós-cirúrgico e a banda compressiva que permite diminuir o risco de complicações assim como o edema pós-operatório.

Em casos mais raros pode ocorrer uma infeção do implante mamário. Para a evitar o aparecimento desta complicação, é fundamental que a paciente siga todas as indicações pós-operatórias nomeadamente a toma da medicação prescrita.

Em alguns casos podem ocorrer alterações da sensibilidade da pele e dos mamilos. No entanto, as alterações de sensibilidade são normais e frequentes de ocorrer mas são na maioria dos casos transitórias e reversíveis.

Existe ainda outra complicação possível de ocorrer na mamoplastia de aumento que é o rippiling. O rippling caracteriza-se por pequenas ondas que surgem na pele em redor do implante na sua face interna e que ao fim de algum tempo podem tornar-se visíveis. Esta complicação ocorre devido a uma cobertura insuficiente de pele sobre o implante mamário. De forma a evitar esta complicação, é essencial que o tamanho e tipo de prótese mamária respeite a estrutura corporal e a elasticidade da pele da paciente.

A mamoplastia de aumento é uma cirurgia segura com um índice de satisfação muito elevado. No entanto, é importante que as pacientes que ponderam realizar este tipo de intervenção tenham consciência que o seu envolvimento no período pós-operatório é essencial para reduzir o risco de complicações e obter bons resultados desejados.

Ligar agora
Marcações