Implantes mamários – 5 motivos para fazer uma revisão dos seus implantes mamários - Mamoplastia de Aumento

Implantes mamários – 5 motivos para fazer uma revisão dos seus implantes mamários

Implantes Mamários

5 motivos para fazer uma revisão dos seu implantes mamários

A mamoplastia de aumento associada ou não a mastopexia não é considerada uma “cirurgia para o resto da vida”. Quando se coloca uma prótese mamária, não significa que o peito não vá sofrer alterações ao longo da vida, nem que o implante que foi escolhido inicialmente seja aquilo que se pretende passados alguns anos.  

Alguns fatores como a idade, variação do peso corporal, qualidade e textura da pele, influências hormonais, gravidez e lactação, poderão provocar alterações ao resultado inicial da cirurgia.

Assim, embora a mamoplastia de aumento seja um procedimento muito gratificante para a maioria das mulheres, algumas mulheres e por diversos motivos, consideram que ainda podem melhorar a aparência dos seus seios.

Deve fazer uma revisão dos seus implantes caso:

-Não esteja satisfeita com o resultado estético - em alguns casos as mulheres procuram ajuda pois com o passar do tempo consideram que os implantes não tem o posicionamento desejado, porque desejam aumentar ou reduzir o volume do implante, porque o peito descaiu com o tempo ou porque considerarem que os implantes estão muito visíveis.

-Não tenha garantias da qualidade dos implantes que foram previamente colocados - algumas mulheres fizeram as suas cirurgias noutros países ou por algum outro  motivo desconhecem que implantes foram colocados. A questão das próteses PIP levantou dúvidas a muitas mulheres que optaram por trocar os seus implantes por outros de qualidade garantida.

-Tenha uma contratura capsular- a contratura capsular é uma das possíveis complicações da mamoplastia de aumento. No entanto, quanto melhor a qualidade dos implantes utilizados, menor a probabilidade de desenvolver uma contratura capsular. Apesar de ser uma possível complicação da mamoplastia de aumento, existem diversas formas de solucionar este problema conseguindo resultados bastante satisfatórios.

-Tenha implantes antigos, colocados já há alguns anos nos quais é possível assistir a algumas complicações tais como o esvaziamento das próteses (no caso de próteses de soro). Atualmente os casos de rutura dos implantes são muito raros.

-Caso observe alguma modificação no aspeto, como por exemplo, o aparecimento de assimetria, mudanças na textura ou caso sinta algum tipo de dor na região. Qualquer desconforto que possa sentir deve ser comunicado ao médico que avaliará a necessidade da troca das próteses.

A troca das próteses mamárias, hoje em dia, é recomendada nos casos de rutura, deformidades morfológicas, encapsulamento severo, infeção ou desenvolvimento de doenças mamárias incompatíveis com a permanência das próteses no organismo. A troca das próteses está também indicada quando uma mulher pretende alterar o tamanho ou forma da mama.

As revisões periódicas são aconselháveis, de forma a certificar-se que se encontra tudo bem com os seus implantes, mesmo que se encontre satisfeita a nível estético.

As próteses mamárias têm vindo a ser aperfeiçoadas continuamente pelos fabricantes de forma a proporcionar melhores resultados e a diminuir as complicações associadas às mesmas.

Ligar agora
Marcações