Cicatrizes de uma Mastopexia - Mamoplastia de Aumento

Cicatrizes de uma Mastopexia

mamoplastia de aumento

A mastopexia é uma cirurgia de correção muito procurada pelas mulheres que tem o peito descaído devido a vários fatores tais como o processo natural de envelhecimento, oscilações de peso e efeitos da gravidez e amamentação. Permite reparar a flacidez da pele do peito e corrigir os seios descaídos bem como reposicionar o mamilo de forma a adquirir novamente a posição original.

Em alguns casos, a mulher pretende não só corrigir o descaimento dos seios mas também ganhar o volume perdido. Nestes casos, para além do levantamento da mama, são também colocadas próteses mamárias de forma a dar um aspeto mais harmonioso e preenchido. Quando existe suficiente glândula mamária, é apenas retirado o excesso de pele e os seios são reposicionados.

Como toda e qualquer cirurgia, a mastopexia também está associada a cicatrizes. No entanto, o cirurgião aplicará as melhores técnicas para que as cicatrizes fiquem menos percetíveis.

As incisões necessárias para a mastopexia dependem do grau de ptose mamária. Uma cicatriz areolar (à volta do mamilo) pode ser realizada quando a ptose é muito ligeira. Na maior parte dos casos de mastopexia é realizada uma linha vertical da areola até à base da mama ou uma cicatriz em T invertido. O tipo de incisão/cicatriz a realizar deverá ser decidida pelo cirurgião mediante uma avaliação cuidada do estado inicial da mama.

Cada paciente tem características genéticas diferentes o que influencia a qualidade da cicatrização. Contudo, é de extrema importância que a paciente tenha consciência que parte do sucesso da cicatrização depende também dos seus cuidados. É essencial que esta siga todas as recomendações pós-operatórias, tais como evitar molhar a cicatriz nos primeiros dias e seguir à risca os dias estipulados para realizar o penso. Após a retirada dos pontos, é aconselhada a aplicação de creme cicatrizante que ajuda o processo de cicatrização, assim como a utilização de pensos de silicone. Caso a paciente seja fumadora, deve evitar fumar no pós-operatório da cirurgia, uma vez que o tabaco dificulta a microcirculação de sangue no local da cirurgia, prejudicando a cicatrização. O resultado pode ser uma cicatriz inestética e até a formação de queloides. Até pelo menos 1 mês após a cirurgia não deve fumar de modo a que o processo de cicatrização decorra sem problemas.

Embora uma mastopexia esteja sempre associada a uma cicatriz, o tipo de cicatriz varia de acordo ao estado inicial da mama e grau de ptose. Se pondera realizar uma mastopexia com o sem próteses de silicone, deve consultar um cirurgião habilitado e credenciado, que tenha experiencia neste tipo de cirurgia.

Para marcar a sua consulta, preencha o seguinte formulário que será contactada com brevidade.

Ligar agora
Marcações