Como planear a cirurgia? - Mamoplastia de Aumento

Como planear a cirurgia?

Um dos aspetos mais importantes a ter em conta antes de realizar uma mamoplastia de aumento é identificar o tipo de mama que a paciente apresenta. O resultado final da cirurgia poderá variar de mulher para mulher de acordo às características iniciais da mama. Existem mulheres com malformações congénitas da mama tais com a mama tuberosa (presença de um tecido fibroso em forma de anel na base da mama fazendo com que a mama adote um formato tubular) ou assimetrias mamárias (diferença em tamanho, formatos, ou posição das mamas e/ou aréolas). Por este motivo, é necessário fazer uma boa avaliação bem como um exame físico detalhado de forma a fazer o melhor planeamento possível e assim, obter os melhores resultados.

Um outro aspeto de extrema importância e que muitas mulheres não o têm em conta quando começam a considerar fazer uma cirurgia de aumento mamário, é que a mamoplastia de aumento não corrige um peito que se encontra descaído. Isto é, em casos em que a mama se apresenta muito descaída, pode ser necessário remover a pele que está em excesso para além da colocação do implante, uma vez que este vai simplesmente dar volume mas não vai alterar de forma significativa a posição do mamilo, nem corrigir o problema de excesso de pele que muitas mulheres apresentam. Nestes casos é necessário combinar a mamoplastia de aumento com uma mastopexia, ou seja a remoção da pele que se encontra em excesso.

A remoção de pele em excesso pode ser feita através de cicatriz a volta da aréola ou de uma cicatriz à volta da aréola combinada com uma cicatriz vertical que vai da aréola até ao sulco mamário. O tipo de cicatriz escolhida irá depender do grau de descaimento da mama.

A escolha do tamanho dos implantes é outro processo do planeamento da cirurgia que é bastante importante. É comum uma mulher referir que pretende um tamanho grande mas ainda assim um resultado natural mas nem sempre é possível atingir um resultado natural com implantes muito grandes. Os melhores resultados são os que se obtém com próteses adequadas ao tamanho do tórax e ao corpo de cada mulher de forma a existir proporção e harmonia corporal. Assim, a escolha do tamanho deverá ser fundamentalmente definido de acordo às condições base e características corporais de cada mulher.

Ligar agora
Marcações