5 Mitos sobre mamoplastia de aumento - Mamoplastia de Aumento

5 Mitos sobre mamoplastia de aumento

Mamoplatia de Aumento

Os implantes mamários parecem falsos e toda a gente vai reparar que os tenho

A mamoplastia de aumento tem por objectivo, tal como o nome indica, aumentar o volume da mama e em alguns casos melhorar o seu formato. Durante a consulta, a cirurgia é planeada adequadamente e escolhida uma prótese que se adapte à estrutura física da paciente, quer em termos de tamanho e da posição (atrás ou à frente do músculo), de modo a manter um aspecto e uma dinâmica natural.

Os implantes duram para sempre

Não existem dados que indiquem que os implantes mamários têm uma validade exacta, no entanto, as mulheres que realizam uma mamoplastia de aumento têm de considerar a hipótese de poderem vir a necessitar de uma cirurgia de revisão no futuro. Esta situação deve-se não necessariamente a complicações que possam surgir, mas sim a questões relacionadas com insatisfação e exigências próprias decorrentes da mudança e transformação do corpo ao longo tempo como a idade, gravidez e amamentação ou variações de peso, que possam alterar a estrutura da mama. Por norma, esta substituição faz-se passados cerca de 8 a 10 anos mas caso os implantes mantenham a sua integridade, não será necessária a sua substituição.

O pós-operatório é doloroso

A recuperação de uma mamoplastia de aumento não é necessariamente dolorosa podendo variar de pessoa para pessoa. Algumas pacientes sentem pouca ou nenhuma dor e outras sentem alguma dor nos primeiros dias mas que facilmente são aliviadas com analgésicos.

A mamoplastia de aumento não permite a realização de mamografias

A mamografia é um exame de diagnóstico para despiste de cancro da mama, pelo que pode e deve continuar a ser realizado após a colocação de implantes mamários. Contudo, quando fizer uma mamografia ou outro exame mamário, deve informar sempre o técnico responsável que tem implantes, de modo a que este possa ajustar os parâmetros necessários nos aparelhos de diagnóstico, assegurando que a pressão sobre a mama seja menor e possa ser observado o tecido mamário sem dificuldade e que não existem riscos para a integridade da prótese.

Posso amamentar com implantes mamários?

Sim, a cirurgia de mamoplastia de aumento não interfere com a capacidade de amamentar das futuras mães, pois o implante é colocado por baixo da glândula mamária, não tendo por isso nenhum contacto com o leite. Deste modo, a prótese não interfere na produção do leite, nem altera o seu sabor e qualidade.

Para marcar a sua consulta de mamoplastia de aumento, preencha o seguinte formulário que será contactada com brevidade.

 

Ligar agora
Marcações